segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A falsa Democracia








A falsa democracia


Então, começaremos a falar do País, que se diz o mais democrático.
Qual é o País, da democracia mesmo? O Brasil, é ele mesmo, então vamos para os motivos que o Brasil tem para ser um País democrata.
- O direito ao voto.
-Homens e mulheres com direitos iguais.
-Direito de expressão.

Tá tudo bem, você tem o direito de votar, mais também possue o direito de não votar? Claro, o Brasil lhe dá esse direito de optar por votar ou não, mais não podemos esquecer, que se você não votar, você não participa de concursos públicos, não pode assumir um emprego de carteira assinada, e além de tudo ainda paga uma multa, é como se você fosse um morto vivendo na terra dos vivos, você não existe, até porque, que utilidade você tem para o governo se não vota nele? Se não o ajuda assumir o poder, você não é ninguém, a partir do momento que você se nega a votar, porque o argumento para a falsa democracia é que o cidadão está abrindo mão de exercer seu papel de cidadão, mais e ser você não quiser votar? Quando você vai justificar seu voto, não tem a opção: Não deseja votar, tem mudou-se, viajando.... Pois é o direito ao voto que se diz opcional é obrigatório.
Vamos ao outro ponto agora, Homens e mulheres com direitos iguais. Existe isso, em que parte do País? Porque eu não conheço, existe igualdade de salário? Todas as funções que um homem executa a mulher também pode executar? O preconceito devido, homem para isso, mulher para aquilo, acabou? em pleno século XXI, ainda existe separação de tarefas devido ao sexo, e vem nos falar de modernismo e avanços?
Se avanço significar, continuar parado no tempo da idade da pedra, então o termo está corretissímo.
Para finalizar, vamos ao direito de expressão, para facilitar a compreensão vou expor um exemplo: '' Um homem vai a televisão brasileira, falar do descaso com a saúde pública, com a educação, até ai está tudo bem, até porque isso é visto todos os dias, mais se ele citar o nome de alguém importante, se ele fizer uma denúncia ao vivo, o que acontece a esse homem? Ele some né? Vai para o mundo das fantasias.
Se algum de nós chegarmos na televisão e falarmos mal de alguém do poder, o que nos acontece? Somos presos por desacato, somos presos por falar a verdade, mais essa é a lei do nosso País democrata. Mais se eles deixam de cumprir com o que prometeram, ou falam mal de nós brasileiros, eles vão presos? O máximo que pode acontecer é uma reportagem em algum jornal relatando a falta de educação do mesmo, e o pior que muitas das vezes esse jornal, responde por algum processo na justiça por ter relatado a verdade, vamos parar de dizer que o Brasil é um País democrata, eles vendam os nossos olhos, fazendo com que vejamos, apenas o que lhe é conveniente, só que a venda de nossos olhos podem ser removidas facilmente, simplesmente deixando de sermos manipulado, e passando a enchergarmos a verdade, essa é uma escolha sua, se só vai enchergar quando alguém acender a luz, ou enchergar mesmo no escuro
Vamos a um outro ponto, horário politico é opcional? É sim, é só mudar de canal, porque os canais que não passam horário politico, tem uma faixa assim:'' Horário reservado a propaganda eleitoral''
Aí quando os politicos começam a falar, ainda dizem assim: '' Obrigada por me permitir entrar nas suas casas em pleno horário nobre, eu permiti? você permitiu? Ah, ta certo assistir horário politico, nos permite conhecer os candidatos, mais todo dia a mesma coisa? Gente, a maioria dos casamentos acaba porque mesmo? Rotina, né? Então se com amor, a mesmice atrapalha, imagina quando somos obrigados a assitir algo que não gostamos?
Mais lembre-se, o voto é opcional, e o horário político também, apenas mude de canal que a única coisa que muda, é a qualidade de som e imagem.
E eles ainda nos falam de democracia...




Um comentário:

Lorena Oliveira disse...

falo tudo, sinto essa mesma revolta,e sei que a população brasileira também ,mais estamos aceitando tudo de cabeça baixa,temos que ir a luta,temos que nos unirmos e exigir os nossos direitos

Postar um comentário